quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Flores que gostam de muito sol são opções para jardins em Valadares


BOUGAINVILLE É planta brasileira e suporta altas temperaturas

por FERNANDA MARTINI
fernanda@drd.com.br

GOVERNADOR VALADARES — Belas por natureza, as flores encantam por seu formato, tamanho, cor e textura. Por si só já alegram qualquer ambiente. Algumas delas, por gostarem muito de sol, compõem até projetos paisagísticos. Ao contrário das espécies de flores que não toleram os raios solares, existem aquelas, como a ixora, onze-horas, azaleias, bougainville, girassol, pingo de ouro, cactos, petúnias, camarão-amarelo, entre outras que necessitam de muita luz direta para sobreviver e se manter saudáveis. Mas além da exposição ao sol é importante conhecer as necessidades de cada espécie com relação à água, adubo e podas. Conheça algumas espécies de plantas próprias para o cultivo em clima quente, por necessitarem de luz solar direta para crescerem fortes, bonitas e saudáveis.


ONZE-HORAS

Esta planta é uma opção para embelezar o jardim. Nativa da América do Sul, é ideal para lugares muito quentes e secos. Além de muita luz solar, também necessita de um solo bem drenado. Requer pouca manutenção, necessitando de pelo menos cinco horas de sol por dia para um bom desempenho. Delicada e bonita, essa flor recebe esse nome porque começa a abrir suas flores perto das onze horas.



PINGO DE OURO 

Nativa do México, a Pingo de Ouro é uma planta ornamental muito utilizada em paisagismo. A exposição ao sol faz com que a planta se desenvolva e fique com as cores mais exuberantes. Mas quem a cultiva precisa estar preparado para fazer podas frequentes, pois ela cresce rápido.





CACTOS 

Excêntricos, bonitos e resistentes, os cactos precisam de muitas horas de luminosidade direta. Para o cultivo em vaso, um bom substrato é essencial, podendo ser composto da seguinte maneira: 50% de areia lavada de rio, 50% de terra vegetal. Pode ser acrescentado o húmus de minhoca na proporção de um terço do volume de terra vegetal. Os espécimes jovens não devem ser expostos diretamente ao sol o dia inteiro, precisando apenas de luminosidade intensa. A rega não deve ser excessiva, pois pode apodrecer o cacto.


GIRASSOL 

Originárias da América do Norte, o girassol recebe esse nome porque sua flor acompanha a trajetória do sol, do nascente ao poente. Necessita de muito sol para sobreviver, podendo ser cultivada em vaso ou jardim. As regas devem ser diárias e o solo deve estar sempre úmido para favorecer um crescimento saudável.




IXORA 

Deve ser plantada em lugares onde tenha incidência de raios solares durante boa parte do dia. A espécie tem melhor crescimento em um solo arenoso, úmido e bem adubado. Quando bem usada, a ixora consegue enriquecer ainda mais o projeto paisagístico do ambiente.





AZALÉIA 

As azaleias se desenvolvem e florescem melhor em climas mais amenos, mas florescem também em climas mais quentes. E para que possam ser capazes de colorir ainda mais o jardim, é necessário que seja cultivada preferencialmente sob sol pleno. Mas para que as flores cresçam saudáveis é necessário um solo ácido e com boa fertilidade. Além disso, o melhor momento para a poda é após o florescimento. Regas regulares também são aconselhadas.


PETÚNIA 

Originária de locais tropicais e subtropicais da América do Sul, a maioria das petúnias que se encontram em jardins são híbridas e podem atingir de 15 a 30 cm de altura. Ela necessita de pelo menos quatro horas de sol por dia e floresce na temporada de primavera-verão. Podem apresentar-se nas cores vermelha, azul, rosa, laranja, salmão, púrpura e branca. São cultivadas a pleno sol, em vasos, jardineiras ou em grandes maciços, em canteiros de terra rica em matéria orgânica.

CAMARÃO

O camarão-amarelo é uma planta que vive mais de um ano. Nativa do México, a planta é normalmente usada na decoração de interiores, plantada em vasos. Mas no Brasil é mais utilizada nos jardins. A sua inflorescência amarela é muito chamativa, e suas folhas possuem um valor ornamental. Pode ser cultivada em vasos, em grupos ou em renques acompanhando muros, muretas e paredes, à meia-sombra ou em pleno-sol. O camarão-amarelo cresce melhor se plantado ao sol pleno, podendo também ser plantado em vasos. É recomendada a realização de regas regulares, mantendo sempre o solo úmido, mas não encharcado. A poda e a adubação anuais com matéria orgânica melhoram seu florescimento. Para manter a planta compacta, é recomendável a poda das pontas antes do florescimento.


A CRISTA de galo também é muito usada para ornamentar
jardins. Ela é  ideal  para climas amenos e quentes

3 comentários:

  1. Muito bom. Penso que quanto mais informações as pessoas tem sobre plantas melhor. Sem dúvida, para mim, foram muito importantes.

    ResponderExcluir
  2. Parabens fred. Muito bonito seu trabalho. Romulo

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pessoal! Continuem lendo. As informações são escritas por toda a equipe da economia do DIÁRIO DO RIO DOCE. Um grande abraço aos nossos leitores.

    ResponderExcluir